INPEAU – Instituto de Pesquisas e Estudos em Administração Universitária
  • Publicado em 20/10/2020 às 15:17


  • Educação e Sustentabilidade em tempos de pandemia

    Publicado em 16/10/2020 às 15:41

    Fonte da foto: arquivo pessoal.

    .

    Por Paulo Ivo Koehntopp

     

    Os temas ligados à questão ambiental conquistaram grande espaço nos meios científico, político e empresarial nas últimas duas décadas como resultado do intenso crescimento populacional, do consumo crescente e generalizado de energia fóssil e do desenvolvimento tecnológico baseado em uma matriz de intensa utilização de carbono.

     .

    No Brasil, a questão ambiental aflorou mais fortemente a partir da Conferência Mundial sobre o Meio Ambiente, realizada no Rio de Janeiro em 1992. A partir daí, nosso país tornou-se peça fundamental nas discussões sobre o meio ambiente do planeta.

    Continue lendo aqui


  • Inclusão compromete a qualidade?

    Publicado em 14/10/2020 às 20:00

    Fonte da foto: Currículo Lattes

    .
    Por Dilvo Ristoff
    .

    Há um persistente temor no meio acadêmico e na sociedade em geral de que a inclusão de estudantes pobres, pretos, pardos e indígenas levará ao afrouxamento de padrões e fará com que a qualidade da graduação piore. O temor, no entanto, não encontra sustentação nem nos dados do Prouni, nem nos do Sisu, nem em pesquisas realizadas por instituições que praticam há anos a política de cotas. Os dados demonstram que estamos mais uma vez diante de um mito.

     .

    Uma comparação do desempenho de prounistas e dos demais estudantes do setor privado no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) mostra que esse temor não se justifica. Convém relembrar que o Enade é aplicado todos os anos, mas os cursos estão divididos em três grupos, de modo que alunos do mesmo curso só fazem o exame de três em três anos. Na comparação de diferentes momentos em que os cursos realizaram o exame, os dados revelam o seguinte: no Grupo I, em 2007, os prounistas tiveram desempenho superior aos não-prounistas em 10 de 16 áreas avaliadas e em todas as 18 áreas avaliadas três anos mais tarde. No Grupo II, em 2008, os prounistas tiveram desempenho superior em 26 de 33 áreas avaliadas e em 31 de 33 áreas avaliadas, em 2011. E, por fim, em 2009, os prounistas do Grupo III tiveram desempenho superior em 23 de 26 áreas avaliadas e, em 2012, em todas as 26 áreas avaliadas. Essa tendência se mantém de 2005 até hoje.

    Continue lendo aqui


  • Publicado em 13/10/2020 às 17:21

     

    WEBINAR EM GESTÃO UNIVERSITÁRIA

    O INPEAU e o Rectoral Board Institute convidam você à inovadora e transcendente série de webinars *LEGADO RECTORAL – lideranças em educação superior*, exclusivamente dedicada a entrevistar ex-Reitores(as) e Fundadores Educacionais de todo o continente, por três especialistas internacionais sobre suas trajetórias, experiências e aportes à educação superior.

     .

    Data: 14 de outubro de 2020
    Horários:  18h Brasil / 23h Espanha / 16h Equador / 17h Paraguai

    .

    Entrevistado: Prof. PhD. Raul Arias Lovillo, ex-reitor da Universidade de Veracruzana 🇲🇽 e ex-presidente da OUI 🇨🇦

    .

    Entrevistadores:
    Prof. PhD. Miguel Escala, Professor Emérito do INTEC 🇩🇴
    Prof. Dr. Pedro Antônio de Mello, Diretor Executivo do INPEAU / UFSC 🇧🇷
    Profa. Mag. Ana Stefanía Bravo Muñoz, Secretária Executiva da REIES 🇪🇨

    .

    Moderador:
    Prof. Dr. Luciano Rodrigues Marcelino 🇧🇷🇪🇨

    .

    Transmissão ao vivo:
    Facebook live UTPL Eventos
    Canal YouTube de Rectoral Board Institute

    .

    Sem custo!
    Vagas limitadas!
    Os certificados serão emitidos em nome do INPEAU e do Rectoral Board para os usuários registrados neste webinar e que por sua vez sejam membros do quadro de signatários de Rectoral Board.

    .

    Inscrições: clique na imagem a seguir

     


  • Los desafios de la gestión universitaria ante la crisis de Covid 19

    Publicado em 13/10/2020 às 16:30

    Fonte da foto: arquivo pessoal

    .

    Por Raúl Arias Lovillo

     

    En los últimos meses el mundo ha vivido uno de los desastres más graves de su historia con la pandemia de Covid 19. Estamos lejos de tener controlada la enfermedad y más lejos aún de paliar sus consecuencias económicas, políticas y sociales. Las pérdidas humanas suman ya más de un millón a nivel mundial, en América Latina y el Caribe se contabilizan más de 10 millones de contagios, 367 mil de los cuales se tradujeron en muertes y las pérdidas económicas y de empleos se cuantifican como las mayores de las últimas décadas.

     

    Existe un amplio consenso en que el mundo que teníamos a principios de 2020 nunca será igual a partir de esta crisis y todo parece indicar que tenemos que prepararnos para lidiar con otras posibles crisis de dimensiones globales en el futuro.

    Continue lendo aqui


  • Experiencia compleja y exitosa del desarrollo de Educación a Distancia (EAD) en el escenario del CORONAVIRUS en la UTIC

    Publicado em 13/10/2020 às 16:15

    Fonte da foto: arquivo pessoal

    .

    Por Hugo Ferreira González

     

    Antecedentes Remotos

    Los años de práctica profesional y de liderazgo en nuestra Institución Educativa me han permitido desarrollar la capacidad de interactuar de forma proactiva con el equipo de trabajo. Con la convivencia y experiencia de casi 25 años hemos podido anticiparnos a contextos críticos y complejos que siempre desafían a una organización.

     

    En este escenario, el estudio prospectivo nos ayudó a desarrollar la capacidad para pensar estratégicamente, tomar decisiones y actuar de forma anticipada, preparándonos hoy para hacer frente a lo que se viene.

    Continue lendo aqui


  • Gestão Universitária e Pandemia

    Publicado em 05/10/2020 às 10:23

    Fonte da foto: arquivo pessoal

    .

    Por Antônio Diomário de Queiroz

     

    Eis que a pandemia atinge com impacto a universidade pública brasileira e a coloca diante do desafio e responsabilidade social de garantir a educação de qualidade na sociedade contemporânea aberta em redes de informação e comunicação!

     

    Nesta sociedade o ensino se fará cada vez mais fora do espaço medieval da sala de aulas, fluindo do campus universitário pela internet para ser acessível por todo cidadão desejoso de adquirir o conhecimento, determinante fundamental do valor na nova economia.

    Continue lendo aqui


  • Gestão Universitária em meio à pandemia: um modelo de governança de crise na UFSC

    Publicado em 02/10/2020 às 18:30

    Fonte da foto: arquivo pessoal

    .

    Por Aureo Moraes

     

    Criada em 18 de dezembro de 1960, implantada em 1962, a Universidade Federal de Santa Catarina faz parte do Sistema de Instituições Federais de Ensino Superior que se governam por um modelo comum a quase todas. Sua estrutura está definida por Estatuto e seu funcionamento regulado por Regimento Interno.

     

    Uma arquitetura de gestão que transforma as IFEs em exemplo único entre os entes do Estado Brasileiro. Ainda que haja o que se pode definir como “estrutura hierárquica” de funções – Reitor, Vice Reitor, Pró Reitores, Secretários, Assessores (no âmbito da administração central)  e Diretores de Unidades, Chefes de Departamentos, Coordenadores de Graduação e Pós Graduação (no âmbito acadêmico) – tal hierarquia se expressa pouco no que diz respeito às decisões. Estas são, em regra, tomadas em instâncias colegiadas. Assim é que funcionam desde colegiados de Curso, Conselho de Unidade, Câmaras e Conselhos Superiores. E é nestes espaços que a instituição constrói a maior parte de suas políticas.

    Continue lendo aqui


  • Publicado em 01/10/2020 às 16:49


  • La Universidad, entre el desconcierto y la necesidad de la reconstrucción en tiempos de coronavirus

    Publicado em 30/09/2020 às 14:22

    Fonte da foto: arquivo pessoal

    .

    Por Augusto Pérez Lindo

     

    Toda mi vida he defendido la función activa de la universidad como actor social, político, económico y cultural. Este pensamiento lo desarrollé a partir del libro de 1985: Universidad, política y sociedad (EUDEBA, Bs.As.) Por eso me decepciona el desconcierto que parece haberse apoderado de las universidades latinoamericanas frente a la crisis económico-social y la Pandemia que estamos soportando.

     

    ¿Qué podíamos esperar de las universidades en estos contextos? Por lo menos, que tuvieran proyectos, que propusieran políticas para afrontar los efectos de la Pandemia y de la catástrofe social. Porque de lo que se trata no es solo del Coronavirus sino de la recesión económica, de la pobreza masiva, de las violencias que nos amenazan con la desintegración social.

    Continue lendo aqui